terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Apenas mais um sentimento bobo.

Dava pra ver a tristeza em teus olhos. Ela não chorava, mas tinha vontade.Por mais que ela sorrisse, dava pra ver, nos olhos, que aquele sorriso, era falso. Mas era um sorriso, tirado com força dos lábios que tremiam.  E quando a perguntaram o que ela sentia... Mesmo que ela não conseguisse descrever, veio um turbilhão de respostas em sua mente. Eu sinto medo de falar com ele, sinto medo de ver o que ele falou, sinto raiva de mim por ter começado com a conversa, sinto que tudo vai mudar, sinto que meu mundo caiu, sinto vontade de chorar mas as lágrimas estão presas lá dentro, sinto que ele nunca mais vai ser o mesmo comigo, e sinto que se ele continuar sendo o mesmo eu nunca vou esquecê-lo, sinto meu estômago revirando, sinto meu coração acelerado como se ele quisesse sair de dentro de mim e acabar com isso logo... Na verdade, ela não sabia o que sentia. Não sabia que devia ter falado com ele, não sabia que era melhor ter conversado antes de qualquer atitude. Ela havia acabado de experimentar o melhor da vida, pelo lado errado. Isso causou consequências horríveis. Ela não sabia mais como dormir, perdeu todo o seu sentido. Pensou que a vida tinha acabado, mas quando se deu conta de que isso não é verdade, ela mesmo acabou com a vida.







Baseado em coisas que estão acontecendo comigo. Ainda não cheguei ao ponto de me matar, mas eu juro que já cheguei em pensar que seria melhor assim. Não só por uma desilusão amorosa, ela é pouco para isso. Tinha que existir mais confusões na minha vida medíocre. Quando tudo começa a dar certo, algo precisa dar errado, e se algo não fosse suficiente para acabar com a minha felicidade, tinha que revirar minha vida toda de cabeça pra baixo. 

Um comentário:

Natália disse...

Já fiquei assim, já senti isso e se muito bem como tu está se sentindo agora. Mas não pense em morte jamais, porque com toda a certeza do mundo essa pessoa não se mataria por você. Chore tudo o que tem pra chorar. Sofra tudo o que tem pra sofrer. Isso tudo um dia vai acabar, quando tu menos esperar. E num futuro bem próximo tu vai até rir de tudo isso. Beijo e boa sorte!