sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Palavras pra você, verdades pra mim.

Eu preciso tanto de alguém pra acalmar esse coração, porque parece que você já não consegue fazer. Você o faz ficar mais agitado a cada coisa que diz, e que me faz dizer. Isso chega a ser ruim. Sabe, as vezes eu tenho tanto medo de perder, perder o que você diz ser eterno. Eu sempre disse que amizade de verdade não acaba, mas as vezes eu te falo coisas que nem sei de onde vem, e fico pensando que você pode leva-las a sério, então eu ponho tudo a perder. É ai que o coração agita, que meu pensamento voa. Eu tenho medo de ter falado algo errado. Eu tenho de você entender errado. Eu tenho tanto medo de dar errado. Imagine só, se eu perco essa amizade? Eu sei que o que mais teria é gente achando bom, mas eu não. Eu juro que eu choraria, assim como estou quase chorando agora, e em toda vez que nós brigamos, mesmo que sendo de brincadeira. Desculpa por eu ser assim, tão tola. Mas é que eu me importo. Eu não quero nunca, que saia da minha vida, a pessoa mais importante que já entrou nela. Eu só queria que soubesse que me importo muito com você.



-Paulo, peguei o nome do teu blog. Pode? 

2 comentários:

Renan Mendes disse...

Ai, ter amizades assim é tão bonito. Claro, como foi o tema principal do textos, cuidado com o que diz porque é precioso demais. Mas creio que em toda amizade há momentos em que o trem balança, mas é nessa hora que se prova que a mizade dura pra sempre, quando se consegue manter o trem nos trilhos. :)

Marii disse...

aaa *-*
nunca te largo não ouw'
TEAMO♥